Pinturas

Descrição da pintura de Konstantin Somov “Lady in Blue”

Descrição da pintura de Konstantin Somov “Lady in Blue”


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Na pintura “Lady in Blue”, Konstantin Andreyevich Somov retratou seu amigo íntimo e colega no ofício, a artista Evgenia Martynova. O artista criou um retrato retrospectivo, colocando sua modelo em um parque estilizado e vestindo-a com um vestido antigo e luxuoso. Alguns pesquisadores acreditam que, nesse retrato, Somov retratou a Bela Dama da mítica Idade da Prata, uma certa imagem sublime de uma mulher ideal que, infelizmente, não pode ser encontrada apenas andando pela rua.

Parece que este é um retrato cerimonial comum - uma bela moça de vestido velho e caro, com um volume de poemas nas mãos, fica no cenário das árvores do parque. Mas quando olhamos para este trabalho, não vemos apenas uma bela foto, sentimos a tristeza da heroína do retrato, imbuída de simpatia pelo anjo pálido e doloroso que voou daqui para esta terra pecaminosa.

A composição da pintura é construída perfeitamente - uma silhueta feminina esbelta é quase perfeitamente inscrita na tela, um luxuoso vestido azul com renda enfatiza a fragilidade e a espiritualidade do rosto da heroína. Dos pesados ​​tecidos caros do vestido da dama, sombras azuladas caem em seu rosto pálido e triste.

O verde escuro dos arbustos atrás da mulher parece protegê-la do resto do mundo. Todas as cores deste antigo parque de memória parecem ter desaparecido. No fundo da imagem, você pode ver o lago, nas margens do qual músicos tocam. Ou seja, a vida comum parece fluir para lá, mas esse pano de fundo parece uma velha fotografia desbotada, um instantâneo de uma realidade passada.

A senhora sozinha não faz parte dessa foto antiga, ela é real, como um anjo na forma de um homem pode ser real. No fundo de seus grandes olhos tristes há sofrimento e dor. Ao longo de sua aparência, cansaço e hematomas são sentidos. Ao olhá-la, o espectador é imbuído do desejo doloroso que o próprio artista experimentou ao desenhar esse retrato.





Pintura Rembrandt Night Watch Descrição


Assista o vídeo: Drawing portrait woman #2 (Outubro 2022).